Resenha - Proibido

O polêmico livro da Tabitha Suzuma foi publicado pela Editora Valentina no meio deste ano. Confesso que eu já conhecia o livro, já tinham me recomendado ele há três anos atrás, porém como até hoje não me arrisco a ler em inglês esperei para ser traduzido e não me decepcionei.

O livro foge de todos os estilos literários que estão em alta, não é uma distopia, não é um triângulo amoroso nem um new adult. Ele trata de forma realista um tema muito antigo que até hoje ninguém realmente entende, conhece ou ao menos fala sobre isso. Incesto: relacionamento entre parentes consanguíneos. No livro, eles são irmãos do mesmo sangue. Um tema tão tabu que até hoje nos dicionários é classificado como impuro, doentio e ilegal. 

"Parei de fingir que era apenas um tipo de amor que sentia por ele, quando na realidade eram todos os tipos possíveis e imagináveis. Um amor negado por tanto tempo, apenas porque, por acaso, somos irmão e irmã."

A história se baseia numa família do Reino Unido. Lochan de 17, Maya de 16, Kit de 13, Tiffin de 8 e Willa de 5 anos. Todos abandonados pelos pais. O pai os abandonou quando a caçula nasceu e a mãe é uma alcoólatra que vive mais na casa do namorado do que na casa com seus filhos. Neglicenciados de uma figura responsável que possa cuidar deles, os mais velhos Lochan e Maya começam a tomar conta dos menores desde cedo. Quando as "visitas" da mãe em casa diminuem, eles precisam assumir as responsabilidades de pais e cuidar de tudo.

"As obrigações são muitas. Tiffin precisa de uma calça nova, Willa de sapatos novos, as contas a pagar vão se empilhando, mamãe perde de novo o talão de cheques. Maya limpa, ajuda com o dever de casa, põe as crianças para dormir, eu faço as compras, cozinho, separo as contas, busco Tiffin e Willa na escola. Ninguém consegue domar Kit."

Lochan é o mais velho dos irmãos por isso sempre cuidou e protegeu todos, ele é muito inteligente mas não consegue se relacionar com ninguém na escola, sua única amiga desde sempre é sua irmã Maya, que por ser treze meses mais nova também arca com as consequências dos pais e passa a cuidar da casa e dos irmãos. Os dois sempre se apoiaram um no outro, sempre cuidaram um do outro até que se finalmente se permitem amar um ao outro.



A relação dos dois é muito natural, eles cresceram juntos, como melhores amigos, sempre se apoiando, eles tiveram que amadurecer muito cedo e isso criou um laço muito forte entre eles, eles nunca se consideraram irmãos, não da mesma forma que são com os mais novos. Então o romance foi algo bem bonito e principalmente muito inocente. Tanto que eles tentam negar esse amor até que não é mais possível.

"Juntos choramos e confortamos um ao outro. Juntos carregamos um fardo inexplicável aos olhos do mundo. Demos força um aos outro. Sempre nos amamos, e agora queremos poder nos amar fisicamente também."

O mais interessante que a autora explora é a consequência de uma família desestruturada, a mãe engravidou por acidente e "perdeu" a juventude, por isso bebe e gasta dinheiro com produtos para beleza. O Lochan tem ataques de pânico quando se sente abandonado, e é excluído socialmente. A Maya é um amor de pessoa mas tem que ser mãe dos irmãos. E o Kit se envolve com uma gangue e com drogas. Várias vezes eu me perguntei se o amor deles não tinha sido pelo fato deles serem "pais" dos irmãos. Será que com uma família normal eles ainda se amariam? No livro, até eles se questionam isso.

O que levou eles à esse amor não importa, não tanto quanto o perigo que eles correm por estarem apaixonados. Incesto é crime, se eles forem pegos vão ser presos e seus irmãos vão parar num lar adotivo. Eles tem noção disso, por isso sempre passam o tempo com medo. Ninguém sabe do relacionamento dos dois porque se soubessem julgariam e chamariam a polícia na hora, sem ao menos pensar que talvez aquilo não fosse algo doentio ou apenas sexual, ninguém considerariam que eles se amavam de verdade.

"Eu me recuso a permitir que meu medo do futuro estrague o presente. Nunca me senti tão feliz na vida."

O final foi algo que eu nunca imaginaria, foi real e duro demais para mim, como eu esperava pelo livro há muito tempo eu achava que era um romance bobinho de adolescente e quando eu me deparei com um amor "proibido" tão intenso e tão errado aos olhos dos outros eu entendi que nada na vida é justo, nem eles terem amadurecido cedo e nem o amor impossível deles. O livro é real, cru e mostra o ser humano na sua frieza e crueldade.

"Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa?"

O livro foi ótimo para me abrir a cabeça e me fazer refletir sobre relacionamentos considerados certos mas que não há um pingo de respeito, sobre o egoísmo e sobre a estupidez do mundo. Recomendo Proibido para todas as pessoas que julgam sem nem pensar.

Beijoos,
Mandy 

30 comentários:

  1. Nunca Tinha Ouvido Falar Desse Livro Vou Procurar Por Aqui Beijos :) http://katsouza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele foi lançado a pouco tempo no Brasil e vale a pena ler para quem gosta desse estilo :D
      Beijoos.

      Excluir
  2. Gente, que tema complicado, não? Divide muitas opiniões D:

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tenho certeza que terá gente como eu que amou e outras que odiaram SHAUSHUA Mas gosto de livros drásticos assim
      Beijoos.

      Excluir
  3. Caramba! que tema interessante. Eu sempre vi esse livro mas o nome não me chamava atenção, eu achava que era algo como um triângulo amoroso mesmo... Que bom saber que me enganei. Essas coisas mais crueis e realistas me chamam atenção. Vi o livro na livraria a poucos dias e com certeza irei voltar lá pra comprar.
    Obrigada pela dica e ótima resenha, Mandy.
    Beijos,
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é um tema bem diferente e a autora soube explorá-lo muito bem :D Sim também amo livros realistas, compre sim acredito que você irá gostar.
      De nada, caso você leia faça a resenha que eu vou adorar saber sua opinião
      Beijoos.

      Excluir
  4. Nossa a cada resenha fico com mais vontade de ler esse livro, chama atenção do leitor ;)
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é um tema que ainda não se sabe muito sobre. É bem legal
      Beijoos.

      Excluir
  5. Nunca li um livro que abordasse esse tema, o que me deixou bastante curiosa sobre esse, já que o amor entre irmãos é algo bem complicado. Proibido parece ser muito bom, já li algumas resenhas super positivas sobre ele. A capa é linda! Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, nunca vi nenhum outro livro que tratasse sobre o incesto por isso esse foi tão inovador. A capa é maravilhosa *-*
      Beijoos.

      Excluir
  6. Oi Mandy!
    Quando vi esse livro não me interessei por ele, pois não fazia ideia de que sua história era tão complexa assim. Você me deixou com vontade de ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro começa tão inocente e "bobinho" e ai traz um tema tão pesado, realista e que acaba sendo cruel mas é muito bom de ler
      Beijoos.

      Excluir
  7. Oi Mandy!
    Nossa, cheguei a me arrepiar. Que tema intenso!
    Eu já assisti a dois animes com essa temática, mas nenhum tinha uma história tão forte, de abandono e de responsabilidades precoces. Proibido parece uma excelente obra!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem intenso e o tema a autora soube desenvolver muito bem, tem toda uma história por trás da família, tem muitos problemas pesados envolvendo eles. É um livro de arrepiar e te fazer abrir a cabeça sobre certos preconceitos.
      Beijoos.

      Excluir
  8. Oii. Confesso que já tinha encontrado esse livro pra vender em alguns lugares mas nunca me dei ao trabalho de ler a sinopse. Quem vê a capa e lê o nome imagina que seja sobre gênero adulto, mas fiquei surpresa sobre o verdadeiro assunto. Gostei muito por ser diferente e quero ler, sim.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    Se quiser seguir meu blog, avisa que te sigo de volta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa não transmite a verdadeira história do livro, é bem inovador e diferente, de uma maneira boa HSUAHSH Leia, acho que você vai gostar :D
      Beijoos.

      Excluir
  9. Pode me chamar de velha ou o que for, mas não, não acho certo e nunca vou achar. Só de pensar numa situação dessa com meu irmão, eca. E acho que a questão vai muito além de ser "certo ou errado" esse tipo de relação. São as consequências que vem a partir dela. Entendo que eles passaram a se sentir de tal forma pela aproximação, e por se colocarem no papel de "pais". E não sei qual é o final, o que acontece, mas sempre que me deparo com esse livro, eu penso no detalhe que se existe amor, também vai querer que existam filhos, e com isso milhões de problemas genéticos. Não é a toa que nem amor de primos é visto com bons olhares.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Escola Noturna", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro mostra esse lado também, tem gente que não aceita, eles mesmo demoram para aceitar e o legal é que eu li várias resenhas de pessoas que mudaram a opinião depois desse livro. Mas eu não tenho irmãos então para mim é mais fácil HUSAHSAH
      Beijoos.

      Excluir
  10. Não é nada parecido com o que eu gosto de ler. Mas confesso que essa é a primeira resenha que eu leio com gosto, o livro me chamou muita atenção.
    Incesto é um assunto delicado, quem sou eu pra ser a favor ou contra?
    Preciso ler esse livro! *-*
    Beijos, Ana do dia, ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, tenho certeza que você vai acabar de ler e vai ter uma opinião bem diferente de quando você começou HSAUSH
      Beijoos.

      Excluir
  11. Olá! Este livro nos faz ver o amor com outros olhos, eu nunca aceitei um relacionamento assim, mas na história caba sendo coerente, eu não via outro caminho para os dois, é triste e muito forte, não dá para condenar, nem julgar, afinal a vida dos dois não foi fácil.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, abre nossos olhos para o amor deles que na situação em que eles viviam foi natural e puro.
      Beijoos.

      Excluir
  12. Pela resenha e pelos comentários que li aqui, PRECISO LER ESSE LIVRO SOS BRASEL!
    aushaus adorei a capa, encantadora.

    http://blogquerida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HUAHSUAU É muito bom, vale a pena a experiência :D A capa é maravilhosa.
      Beijoos.

      Excluir
  13. OK! Agora que li sua resenha QUERO ESSE LIVRO PARA ONTEM! Não nego que fiquei com medo de ler esse livro, mas agora com o que você falou, vou procura-lo para ler com certeza!
    bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/12/perdidos-em-marte.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um tema bem diferente mas vale a pena ler mas tirar suas próprias conclusões, para mim foi uma experiência maravilhosa *-*
      Beijoos.

      Excluir
  14. Nossa, nunca tinha visto nenhum livro que abordasse esse tema, bem, tb não sou a favor, mas o livo parece ser bem interessante.

    Resenha do livro do Max
    http://www.byanak.com.br/2014/08/deus-esta-no-controle-max-lucado.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também nunca tinha visto por isso achei tão interessante e legal :D
      Beijoos.

      Excluir
  15. Nossa, que tema complicado!
    Acho que é o primeiro livro que vejo que trata dele.
    Adorei a resenha, e me deu mais vontade ainda de lê-lo.
    Às vezes o mundo precisa mesmo de livros com temas assim, pra ver se o povo abre mais a mente rs
    Beijos!
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, abre bastante a mente das pessoas para temas que estão aí e não podem ser evitados muito menos julgados :D
      Beijoos.

      Excluir

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo